08 abril 2007

O Miserável

A propósito da última edição do modcast mundo moderno, troquei há uns dias umas ideias com o Rai, O Miserável.

Questionário rápido para resposta pronta (via msn).
MM Consideras-te um Mod?
RAI De corpo e alma.
MM O que significa para ti ser Mod?
RAI É ser diferente, ter um gosto singular sobre música e sobre a maneira como vivo o meu dia a dia.
MM Quando começou o teu interesse por esta cultura?
RAI Em 2000, quando vi o filme Quadrophenia passado por um grande amigo dos Olivais. A partir daí comecei a acompanhar a cena. Vieram os The Who com a sua My Generation... POW! Mudou a minha vida.
MM Qual o papel da música na tua vida? Não da que fazes, mas da que consomes...
RAI A música sempre fez parte da minha vida. Lembro-me de ser puto e pensar que cada um de nós deveria ter algo na cabeça que permitisse ouvir música... Tipo que a vida tivesse banda sonora... Percebes? Agora o que faz a banda sonora é a vida e a música tornou-se a minha vida.
MM Como vês o chamado movimento mod nacional? Tens acompanhado de perto…
RAI Em grande crescimento. Até onde? Vamos ver.
MM E qual é o papel dos Poppers nesse movimento?
RAI Os Poppers aparecem isolados na cena nacional, são um ponto de encontro...
MM Um comentário ao mundo-moderno.
RAI Peça vital na web de divulgação sobre o movimento. E tem um modcast 100% recomendável. Pelo menos até á 6 edição...

1 comentário:

Leonel disse...

Esse gajo é um tangas.
Um billy disfarçado.
As capas são dos Kinks e etc,
mas se vires por dentro é o Elvis
e restante poupa brilhantina...
Uma vez estava a mexer num dos
Pretty Things dele e o cd caiu e vi que era o Vince Taylor.
Acho que a música chamava-se
"I kill mods everyday, it´s ok".

Deveria fazer como o PNR com
os Gatos Fedorentos e dar
a morada do gajo à malta toda,
mas sou bom rapaz.

Para quem não me conhece,
a conversa acima era a brincar.